“Ao começar a fazer sabonetes artesanais e naturais, percebemos as inúmeras combinações de ingredientes que são possíveis para criar um momento de banho delicioso.”

Ao começar a fazer sabonetes artesanais e naturais, percebemos as inúmeras combinações de ingredientes que são possíveis para criar um momento de banho delicioso. Variações de óleos vegetais, adição de outros ingredientes como argilas e, até mesmo, alimentos, modificam as propriedades sutilmente tornando-os específicos para diferentes tipos de banho. Claro que alguns não dão muito certo, principalmente, no início, quando começamos a criá-los. Mas outros, inclusive após várias tentativas, se tornaram surpreendentemente bons.

Foi com essa experiência que percebemos que é possível projetar sabonetes personalizados para cada tipo de pele, cada função e cada épocas do ano ou da vida. Inicialmente não parecia que faria tanta diferença, mas testando os sabonetes produzidos, durante alguns anos e criando outros novos, pudemos notar que o clima, estação do ano, idade, gênero e área do corpo a ser utilizado, indicam que o ideal é sempre ter à mão vários tipos de sabonetes disponíveis para escolher conforme o dia, inclusive conforme o humor. Uma cosmetóloga japonesa escreve em seu livro que costuma deixar uma caixa com vários tipos de sabonetes e escolhe, no momento do banho, o que vai utilizar.

Num país como o Brasil onde temos praticamente 2 estações ao ano, percebemos apenas que a pele resseca por conta do frio ou temos transpiração excessiva nos dias de calor. Neste último caso, acabamos sempre optando — sejam por fatores culturais ou de disponibilidade no mercado — por um sabonete de excelente lavagem, onde o suor é retirado da pele e saímos do banho com a sensação de pele “limpa” e muito perfumada.

“Sem o aprendizado sobre as sensações da pele, entendemos que pele limpa é sinônimo de pele repuxada, o que nos leva por consequência ao uso de hidratantes. “

Sem o aprendizado sobre as sensações da pele, entendemos que pele limpa é sinônimo de pele repuxada, o que nos leva por consequência ao uso de hidratantes. E confundimos o cheiro predominante de uma fragrância com frescor do banho, sem nos darmos conta que um perfume excessivo acontece por causa de fixadores que normalmente estão presentes nas fragrâncias sintéticas. Geralmente são eles que causam reações na pele — como coceiras, vermelhidão, etc —, mais ainda se o sebo natural da pele tiver sido retirado.

Não sei você, mas por aqui não gostamos de fragrâncias muito fortes. Consideramos que o cheiro é uma coisa muito pessoal, e assim como o perfume ele deve ser discreto e bom para você mesmo. Também não curtimos a sensação da pele repuxada após o banho. Embora quando criança achássemos que essa deveria ser a sensação de limpeza, percebemos, depois de muito tempo, que isso não deveria ser assim, pois começamos a sentir coceiras na pele dos braços e das pernas…

Estamos falando de sabonetes comerciais e industrializados que, em geral, são feitos com ingredientes pobres em propriedades e de custo mais baixo. Porém, alguns aspectos podem ser levados em conta mesmo para um sabonete natural e artesanal, pois nem sempre o banho acaba resultando numa pele saudável.

“Para a maioria dos artesãos que cria receitas do zero, cada sabonete é projetado a partir de suas funções e propriedades. “

Para a maioria dos artesãos que cria receitas do zero, cada sabonete é projetado a partir de suas funções e propriedades. Alguns são melhores para a pele oleosa, outros para a mista e assim por diante. Há ainda as variáveis de pessoa para pessoa, desde características às impressões pessoais sobre a própria pele. Ou seja, para adquirir um sabonete natural, é sempre importante saber como é de fato sua pele e dar preferência às fragrâncias naturais, sejam elas vindas de óleos essenciais ou extratos naturais.

Quanto ao clima/estação do ano, em termos gerais, recomendamos um sabonete de espuma mais cremosa e mais persistentes para dias mais secos, e de espuma leve e de fácil enxágue para dias mais quentes. Respectivamente: sabonetes feitos com óleos mais hidratantes e/ou que contenham manteigas, e sabonete feitos com óleos — como os de coco, palma ou palmiste. O equilíbrio de óleos, água e soda cáustica pode ainda variar de receita a receita, sendo possível criar diferentes proporções dentre os ingredientes, resultando em sabonetes bem equilibrados e diferentes uns dos outros.

“…é importante estar consciente do que acontece ao corpo e à pele. Notar mudanças como ressecamento, brilho, tom, etc. Inclusive se é homem ou mulher, (…) São as pistas que indicam o sabonete e outros cosméticos ideais. Ou seja, é um processo de autoconhecimento. “

Mesmo para um produto que passa desapercebido na rotina do dia a dia como o sabonete, essa preocupação passa a ter muita importância quando existe uma necessidade e uma busca pelo bem estar conjugadas à saúde. A pele da criança geralmente é considerada a normal pois percebe-se a hidratação na medida certa. Com o tempo e a idade — somados a isso os hábitos do dia a dia e alimentares —, a pele começa a se apresentar diferente dessa fase inicial da vida. Aprendemos que a pele está saudável quando tem determinadas características e começamos a buscar produtos que prolonguem essa percepção. Desde a adolescência à velhice, a pele, assim como o corpo, passa por mudanças e em cada período sentimos necessidade de diferentes produtos, assim como é com a alimentação. Portanto, é importante estar consciente do que acontece ao corpo e à pele. Notar mudanças como ressecamento, brilho, tom, etc. Inclusive se é homem ou mulher, pois cada um apresenta peculiaridades, como p. ex. o fato da pele da mulher ser mais fina e mais sensível. São as pistas que indicam o sabonete e outros cosméticos ideais. Ou seja, é um processo de autoconhecimento.

Outro fator importante a considerar é se o sabonete é para a pele do rosto, cabelos ou corpo. Além da diferença de textura no produto, cada área possui diferentes medidas de ph, o que determina como devem ser higienizados. Cabelos podem ser lavados com um sabonete natural e artesanal, mas devem ter seu ph reequilibrado com o uso de um vinagre (maçã ou framboesa), por exemplo. (leia mais sobre o ph, clicando aqui.)

 

Os sabonetes Aidée foram desenhados preenchendo as necessidades individuais de cada um por aqui: peles acneicas, peles oleosas, peles sensíveis, peles maduras e peles normais. Foram desenhados com especificidades para melhorar a sensação de lavagem, serem efetivos no controle da oleosidade, sem retirar o sebo natural da pele, serem suaves com o máximo de glicerina possível na formulação, harmonizar o tom de pele, melhorar o tônus sem ressecar, etc. Selecionamos óleos específicos para cada propriedade e passamos a testar as fórmulas, mudando proporções e usando os sabonetes até chegar nos que temos em linha hoje. E embora tenham sido feitos para auxiliar cada um em suas necessidades, algumas caracterísitcas hoje já se modificaram em relação à época em que foram criados. Cada um passou a transitar entre os produtos, passando do sabonete de argila verde para o de castela, ou do sabonete de carvão para o de sal, ou do de castela para o de macadamia… 

Essas impressões e constatações nos levou a perceber que existem inúmeros fatores e funções que um sabonete pode ter e que é possível personalizar os sabonetes. É viável dosar os ingredientes em diferentes proporções, acrescentando ou subtraindo um ou outro, pensando nas necessidades da pessoa. Além do físico é também possível beneficiá-la emocionalmente através do uso de óleos essencias visando um banho terapêutico. Além de perfumar o sabonete, o óleo ajuda a influenciar o humor, as sensações e a tranquilidade.

Diferenças sutis nas proporções de ingredientes, nas relações entre os óleos vegetais, nos aditivos como a argila, saquê, café e outros, além de transformar o produto em arte, dão diferentes identidades ao sabonete conforme o perfil de cada um, além de transformar o banho num momento único!

Cada um desses sabonetes abaixo, feitos durante 1 ano, respondeu às necessidades de cada uma das pessoas com características únicas, como: pele normal a ressecada ou óleos essenciais para a adolescência, sabonetes 2 em 1 (corpo e cabelo)… E podem ser criados muitos outros mais!

São tantas as possibilidades, que enquanto você está lendo esse texto, alguns saboeiros estão tendo novas ideias e criando sabonetes maravilhosos que de alguma forma atenderão à pele de muitas pessoas! E você? Já pensou em ter ou criar um sabonete só seu, perfeito para a sua pele, com seu aroma preferido e cores que ama? Experimente!

 

 

Obs.: O texto acima é resultado de impressões e deduções baseadas em nossas experiências com o que produzimos através de bom senso e muito estudo. Em nenhum momento, pretende-se substituir tratamentos indicados por médicos ou debater qualquer estudo científico de qualquer natureza.